Thursday, April 21, 2005

Se o tempo não matar esse meu pior amor, eu mesma assasino-o

só peço que você não ligue
ontem eu ví você ficar tão calma de repente
me lembro que nunca te ví assim Não seja tão babaca
Vc ainda pode precisar de mim
tão distante de mim.
(Ordinaria Hit)


....Já que vc foi embora
por que não desapareçe?
O tempo cura:
é obvio que cura

Aliais, já que pra vc é um saco a minha
-existência-
morre e não me torra
com sua presença
(os incomodados que se retirem)

1 comment:

Worm said...

Bel, olha a letra que eu te falei:

"Se eu não tivesse sobrevivido à praga e se eu nunca
tivesse dito que eu vi a escuridão chegando pra tomar
seu lugar. Se eu nunca ler o seu nome em janelas
quebradas você ficaria? Você nunca diria que eu menti
pra mim mesma? Eu vi você entrando na minha vida, se
tornando meu ar e fazendo minha respiração brilhar.
Agora você senta ali e diz que sente muito por mim,
diz que não posso prosseguir e que é hora de eu
desaparecer... Muitas coisas ditas. Muitos laços
destroçados. Eu vejo nossas memórias morrendo ao chão.
As palavras que você disse quebraram o encanto dos
meus sonhos. Então você se foi... Será que eu fui só
um nome por todo esse tempo?
Eu ainda me lembro dos "Dias de Confiança".

Foda, né?
Pelo menos o Nenê Altro escreve alguma coisa decente! hahaha

Adorei hoje, flor!
Bjão