Sunday, June 07, 2009


oris que virus ten olhos dimitruis
e outros que num.
sempre kre qui dimais pezo
um outraras beijurus
e tantrus que sepra e sexrus.
dei-te um beijo, e tupediste clama meu acalento,
calma.
e eu, calmo, meu bem.
calmo

trus olinhus vibrando intro.
e eutrus te-lhe dizendro;
vais e nunca, jamais-leve-me contigo-mo.
e traz
traz de novo sua arma
sua alminha pintada de rosras e eu explodo
em lilás,
anjo.

1 comment:

escaravelhonegro said...

Que é isso aí, O Último Tango em Paris?
Aquele da manteiga?