Tuesday, June 02, 2009

aos 12, aos 26...

a vida só é engraçada para quem já mijou de rir, para quem já gargalhou até doer a barriga, para quem já pensou no seu próprio enterro , para quem já ouviu um bom samba, para quem já foi perseguida por um maluco, para quem já salivou pensando na comida, viu seu time sair da segunda divisão, ficou na praia com medo de yamenjá, foi ao terreiro e virou uma entidade, gritou com com uma amiga, com a mãe, com o irmão. a vida tem mais sentido quando joão nogueira canta espelho e você sabe exatamente do ele fala?
a vida só é engraçada quando você anda pela ponte da saudade e depois ouve gudim. a vida só é engraçada quando existem fases malucas dela que você bebe loucamente e ri da própria desgraça. e desgraça pouca é camaradagem, muita, é bobagem.
-vamos brindar o cansaço-
sente-se comigo, chame uma brahma, ascenda um cigarro, ou não. conte uma piada, fale de política, de futebol, da vida. toque um instrumento, vá ao banheiro. fale de sua comida preferida, de seu filme do coração. de seu livro de cabeceira. fale sua idade, fale a maior merda que você já fez na vida. conte-me de seus pais, fale-me sobre seus cachorros-você há de gostar desses bichinhos-. fale sobre a praia e de quando você era pequeno. me indique um bom poema. seja sarcástico, ironico. se odeie, se ame loucamente. ame raphael rabello, ame o rio de janeiro. fale mal dos preconceituosos. tenha um problema grande de cabeça, seja sentimental ao ponto de ter tanta vergonha disso e banque o cafajeste. me pegue de jeito, me chama na xinxa. não me ligue no dia seguinte. escreva uma carta, pode ser um e mail. goste de aldir blanc, diga-me que estou linda. fale-me mais e mais de você, depois presenteie meus lábios, deixe-me maluca. e por fim, se esse for seu caso, avise minha mãe, a data de nosso casamento.

No comments: